Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Olhos de cristal

Dizem que sorrio com os olhos, falo pelos cotovelos e meto os pés pelas mãos. Em mim a anatomia não faz o menor sentido. Gosto de ler um toque, de observar com o coração e caminhar com os pés da imaginaçao

Olhos de cristal

Dizem que sorrio com os olhos, falo pelos cotovelos e meto os pés pelas mãos. Em mim a anatomia não faz o menor sentido. Gosto de ler um toque, de observar com o coração e caminhar com os pés da imaginaçao

Contactos

19.02.18 | Olhos de cristal frio

 

 

 

 

FotoJet (53).jpg

 

O que me inspira? 

Dizem-me que fantasio muito. Que sorrio de mais. Que sou 'boazinha' de mais. Que sou "forte". Que sou inspirada. 
Mas fiquei a pensar, o que de fato me inspira? O que me faz escrever e gostar dos meus mundos? O quê? Claro, não é uma ciência exata como uma forma de bolo, mas inspira-me a... a... inspiração. 
Sentar-me em qualquer lugar ou numa viagem em mim mesma: apenas sentir inspirar e expirar sentindo o leve sabor da vida. Não, não é uma coisa hippie. Mas apenas sentir-me, sentir que respiro. Isso é uma dádiva. E sim sorrio comigo mesma ao pensar nisso e sinto-me inspirada a escrever qualquer coisa. Poderia escrever qualquer coisa, qualquer mundo, qualquer aquilo ou isso porque sinto que respiro, sinto que inspiro, sinto que posso e assim vou.
Suspirando por uma alegria, uma vitória, uma tristeza, um amor que pode vir, um amor que já se foi. Suspirando eu escrevo.
E sim, eu sorrio. Mesmo quando aparentemente não tenho motivos para o fazer. 

 

Contactos: